Da Página do MST

Foto: Leandro Taques

Nesta quinta-feira (05/06), os 2500 participantes da 13ª edição da Jornada de Agroecologia, que está ocorrendo desde quarta-feira (04/06) na Escola Milton Santos, centro de formação em agroecologia, localizado em Maringá, Paraná, vão realizar a “Marcha da Agroecologia e Alimentos Saudáveis”.

A marcha, que tem início às 13h30, sairá do Estádio Regional Willie Davids e segue até a Praça Raposo Tavares, tem por objetivo apresentar a Jornada para a população e ampliar o diálogo com a sociedade sobre a importância da produção agroecológica, que prioriza a preservação ambiental e o respeito à natureza para produzir alimentos saudáveis, de qualidade e livres de venenos.

Com o lema “Terra Livre de Transgênicos e Sem Agrotóxicos”, a Jornada que segue até sábado (07/06), reúne camponeses e camponesas, estudantes, professores e pesquisadores de movimentos sociais que compõe a Via Campesina, organizações e entidades de todas as regiões do estado, além do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, e também representantes do México, França, Colômbia, Argentina, Paraguai, Bolívia e Peru.

O encontro visa a construção de um Projeto Popular e Soberano para a agricultura, em contrapartida às empresas transnacionais do agronegócio.