Por Ramiro Olivier
Da Página do MST


Cerca de 350 famílias ocuparam neste sábado (17) dois Engenhos falidos no município de Moreno, região Metropolitana do estado de Pernambuco. O Engenho Moreninho e o Engenho Moreno pertencem ao mesmo grupo familiar, a Usina Auxiliadora.


No último mês de Abril, os Sem Terra já tinham ocupado o Engenho Moreninho, mas sofreram processo de despejo. Na época, a ocupação se deu junto a outras dez no estado, durante a Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária. No último dia 14 de maio, outras 300 famílias também ocuparam uma área de três mil hectares, no município de Ibimirim.


As famílias voltaram a ocupar o Engenho Moreninho com o intuito de pressionar o governo e acelerar a desapropriação para a Reforma Agrária.


Segundo Severino Silva, da direção regional do MST, as usinas já não cumprem mais o papel da produção canavieira. “Há muito tempo essas Usinas estão falidas. Queremos contrapor esse modelo de monocultivo de cana-de-açúcar com produção de alimentos saudáveis, ou seja, com a Reforma Agrária Popular”.