Da Página do MST

Cerca de 700 trabalhadores rurais Sem Terra ocuparam na manhã desta quarta-feira (30) a sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em Belo Horizonte. Os manifestantes reclamam do descaso do governo federal com a pauta da Reforma Agrária. 


Segundo a avaliação do Movimento, o governo federal tem priorizado investimentos para o agronegócio, por meio do MAPA, gerando exclusão no campo e produzindo commodities exclusivamente para a exportação. 


Os Sem Terra ainda denunciam as enormes quantidades de agrotóxicos utilizado pelo modelo do agronegócio, prejudicando a saúde do trabalhador rural e do consumidor final.
 

Desde 2009, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Mais de um bilhão de litros de venenos são jogados todos os anos nas lavouras.

 

Na tarde desta quarta, os Sem Terra se reúnem com a direção das ocupações urbanas de Belo Horizonte, para discutirem os impactos da Copa e solidarizar com a pauta da moradia.


Encontro dos Movimentos Sociais


O ato é preparatório para o 5º Encontro dos Movimentos Sociais, que começa nesta quinta-feira (1) e segue até o sábado. 


A expectativa é de que 2000 participantes de diversos movimentos sociais se reúnam na Praça da Assembleia durante esses três dias. 


Os movimentos debateram duas pautas centrais nesse encontro: o Plebiscito pela Redução da Conta de Luz, realizado em Minas em 2013, e o Plebiscito por uma Constituinte do Sistema Político, que acontece entre os dias 1 e 7 de setembro deste ano em todo o Brasil.