Da Página do MST


Duzentas famílias organizadas pelo MST junto ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Quixeramobim (CE) ocuparam, na manhã desta terça-feira (22), a Fazenda Boa Vista.


A área com mais de 1.000 hectares estava abandonada há mais de cinco anos pelos proprietários. 


O MST enviou solicitação de vistoria imediata ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para que o processo de desapropriação fosse acelerado.


Já em Ibaretama, no sertão central cearense, o MST ocupou a fazenda bonito com 300 famílias. 


A área fica nas proximidades da sede do município, e os trabalhadores reivindicam a terra para a construção de moradias, além de produzir. Nela, os Sem Terra pretendem organizar uma Comuna da Terra.
 

Cerca de 100 outras famílias também ocuparam a fazenda Viana, no município de Itarema, Litoral leste do estado.
 

De acordo com Marcelo Matos, da coordenação do MST na região, “outras ocupações devem acontecer para pedir justiça no campo e a celeridade da Reforma Agrária”. 


A ação faz parte da Jornada Nacional de Lutas de Abril, que tem como objetivo relembrar os 18 anos de Massacre em Eldorado dos Carajás, no Pará, quando 21 Sem Terra foram assassinados pela Polícia Militar.