Da Página do MST


Nesta quinta feira (24/04), o novo filme do diretor Sílvio Tendler, O veneno está na mesa 2, será lançado em Brasília. O evento acontece no Auditório principal do Museu Nacional de Brasília, próximo a Rodoviária do Plano Piloto, às 19h.


Após a exibição, haverá um debate com representantes da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela vida.


O veneno está na mesa dos brasileiros, o país que mais consome agrotóxicos no mundo. No entanto, há alternativas viáveis de produção de alimentos saudáveis que respeitam a natureza, os trabalhadores rurais e os consumidores. É essa mensagem que o novo documentário do diretor Silvio Tendler pretende transmitir.


O primeiro filme seguiu um caminho alternativo de exibição através da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. A recepção foi surpreendente e o documentário foi visto por mais de um milhão de pessoas.


“O povo brasileiro não pode mais engolir essa história de que o agronegócio é a modernidade no campo. Ele gera câncer, trabalho escravo, e manda todo seu lucro para o exterior", disse Alan Tygel, da coordenação nacional da campanha contra os agrotóxicos.


Segundo Alan, a Campanha contra os agrotóxicos assumiu como missão levar o filme para "todos os cantos deste país, aos acampamentos, assentamentos, escolas, universidades, igrejas, e onde houver cidadãos e cidadãs preocupados com a saúde do povo e dispostos a lutar por um modelo de produção de alimentos saudáveis para o camponês e para o consumidor", afirma.