Por Iris Pacheco
Da Página do MST

 

Na manhã desta quinta-feira (17), cerca de 500 trabalhadores e trabalhadoras do MST do Distrito Federal e Entorno bloqueiam trechos das rodovias BR 020 (Belém-Brasília), entre os municípios Planaltina (DF) e Formosa (GO), na altura do quilômetro 43, e a BR 070, sentido Aǵuas Lindas de Goiás.


Segundo Maria Lucimar da Silva, dirigente do MST no Distrito Federal, a ação tem o objetivo de pressionar por agilidade na Reforma Agrária no DF, que está completamente paralisada, e é também um manifesto contra a criminalização dos movimentos sociais.


“O governo tem que se desburocratizar e tirar as políticas do papel. A Reforma Agrária está parada e é um instrumento de acesso à terra para milhares de trabalhadores e trabalhadoras. Não podemos falar de democracia, quando não se tem Reforma Agrária”, afirma.


A ação faz parte da Jornada de Lutas de Abril, em memória ao Massacre de Eldorado dos Carajás, quando 21 Sem Terra morreram em ação da Polícia Militar.


O crime ficou internacionalmente conhecimento e hoje, o 17 de abril é o Dia Internacional de Luta Camponesa, organizado pela Via Campesina.