A Escola da Juventude busca articular a formação da juventude Sem Terra desde processos concretos de auto-organização, auto gestão, leitura e análise da realidade, organização da ação nos locais e vinculadas ao Coletivo da Juventude. Se deparar com problemas reais que exigem estar organizados para resolvê-los.

 

Além dos momentos de estudo, se desenvolve o trabalho com oficinas articuladas/ligadas à prática em diferentes dimensões: Arte Educação, Agitação e Propaganda e produção/Agroecologia, que podem ser o motivador de organização de grupos nas escolas, assentamentos e acampamentos e geração de renda.


Além de organizar em todas as etapas atividades de trabalho de base, nos assentamentos, nas escolas. Bem como momentos de luta junto à sociedade, como Marchas e ocupações para entrega de pauta (Núcleo de Educação, Incra, Prefeituras, Banco)