Da Repórter Brasil 


A Articulação Nacional da Agroecologia (ANA) lançou na semana passada vídeo do projeto Curta Agroecologia que mostra os benefícios e caminhos encontrados pelos agricultores do centro-sul paranaense para o cultivo e multiplicação de sementes crioulas.

Com a maior parte das propriedades cultiváveis mantidas pela agricultura familiar, a população troca diversas variedades de sementes em uma feira tradicional local. André Jantara, um técnico da associação Agricultura Familiar e Agroecologia (AS-PTA) entrevistado no vídeo, explica que “quem compra semente [transgênica] não compra, ele aluga porque todo ano tem que pagar”. A compra de sementes também é facilitada através de programas de incentivos governamentais.

Fernando Stefanski, agricultor local, conta que, como as sementes crioulas já estão há vários anos na região, a população conhece as melhores variedades para cada época e solo: “É uma porcentagem boa de renda que deixa de sair da propriedade”.

Confira o vídeo abaixo: